Dia Nacional da Reciclagem e Ecologia

20150604190922O Diário Oficial da União publicou em 9 de outubro de 2009, a lei 12.055 que institui o Dia Nacional da Reciclagem em 5 de junho. O objetivo é conscientizar a sociedade sobre a importância da coleta, separação e destinação de materiais recicláveis. O 5 de junho foi escolhido por ser a data em que se comemora, desde 1972, o Dia Mundial do Meio Ambiente. Foi nessa data, há 42 anos, que se realizou em Estocolmo, na Suécia, a 1ª Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente.

Durante essa conferência internacional foi criado o PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) ou UNEP (United Nations Environment Programme). Também a partir dessa conferência global ficou estabelecida uma Declaração com 26 princípios e um Plano de Ações, envolvendo as atitudes humanas, as atividades econômicas e as políticas para se garantir uma maior proteção ambiental no mundo.

A reciclagem é importante, nos dias de hoje, porque transforma aquilo que iria ou já se encontra no lixo em novos produtos, reduzindo resíduos que seriam lançados na natureza, ao mesmo tempo em que poupa matérias-primas, muitas vezes oriundas de recursos não renováveis, e energia. Para produzir alumínio reciclado, por exemplo, utiliza-se apenas 5% da energia necessária para fabricar o produto primário.

Dessa forma, é importante separar esses materiais, para que não sejam encaminhados juntamente com o lixo que não é reciclável, não tendo outro destino a não ser ocupar espaço nos aterros sanitários e lixões. Em nosso país, quase toda a totalidade de latinhas descartáveis e garrafas PET são recicladas. Entretanto, plásticos, latas de aço, vidro, dentre outros matérias, são pouco considerados neste processo, reforçando as estatísticas que apontam que somente 11% de tudo o que se joga na lata de lixo, em nosso país é, de fato, reciclado. No Brasil, Curitiba (PR), Itabira (MG), Santo André (SP) e Santos (SP) são as cidades que mais reciclam seus materiais.

Paz e Bem!