Toda luz que não podemos ver – 2014

1dae2686-ced7-4b2f-85e2-54a65d16bc35O livro “Toda luz que não podemos ver”, lançado em 2014, é um romance histórico escrito pelo autor norte-americano Anthony Doerr. A obra venceu o prêmio Pulitzer de Ficção, em 2015, e também o prêmio Andrew Carnegie Medal for Excellence in Fiction. A história do romance se passa na França na época em que era ocupada pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial e centra-se numa menina francesa cega, Marie-Laure, e num rapaz alemão, Werner, que acabam por se encontrar.

Marie-Laure vive em Paris, perto do Museu de História Natural, onde seu pai é o chaveiro responsável por cuidar de milhares de fechaduras. Quando a menina fica cega, aos seis anos, o pai constrói uma maquete em miniatura do bairro onde moram para que ela seja capaz de memorizar os caminhos. Na ocupação nazista em Paris, pai e filha fogem para a cidade de Saint-Malo e levam consigo o que talvez seja o mais valioso tesouro do museu.

Em uma região de minas, na Alemanha, o órfão Werner e sua irmã mais nova encontram um rádio em uma pilha de lixo. Encantado pelo aparelho e com seu dom para a mecânica de rádios, ele acaba se tornando especialista, talento que lhe garante uma vaga em uma escola nazista e, logo depois, uma missão especial: descobrir a fonte das transmissões de rádio responsáveis pela chegada dos Aliados na Normandia. Cada vez mais consciente dos custos humanos de seu trabalho, o rapaz é enviado então para Saint-Malo, onde seu caminho cruza o de Marie-Laure, enquanto ambos tentam sobreviver à Segunda Guerra Mundial.

Uma história arrebatadora contada de forma fascinante. Com incrível habilidade para combinar lirismo e uma observação atenta dos horrores da guerra, o premiado autor Anthony Doerr constrói, em “Toda luz que não podemos ver”, um tocante romance sobre o que existe além do mundo visível.